Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala
Detalhe Evento
O CEREJAL

O CEREJAL

Teatro & Arte | Teatro

Teatro Nacional D.MariaII

Sala Garrett
Classificação Etária
Maiores de 12 anos
2021
dez
09
a
2021
dez
19
Realizado

Duração

150 minutos

Promotor

Teatro Nacional D. Maria II

Sinopse

A inexorável força da mudança.

Em julho, Tiago Rodrigues regressou ao Festival dAvignon levando consigo O Cerejal, de Anton Tchékhov. O espetáculo, que conta com Isabelle Huppert num dos papéis principais, chega, em dezembro, ao D. Maria II. Ora tragédia ora comédia, ora nostalgia ora esperança, ora fim ora futuro, esta peça propõe um encontro com a nossa própria existência refletida numa família e nos seus satélites, um grupo humano em crise. E se a história deste clã aristocrático, cuja propriedade é comprada pelo filho de um antigo servo, é muitas vezes lida como uma reflexão sobre o fim, Tiago Rodrigues vê nela a inexorável força da mudança. Apresentar, hoje, O Cerejal é falar do que acontece pela primeira vez. É falar de um tempo em que ocorre uma mutação social ainda invisível, mas profunda, um tempo vivido por personagens que não perceberam ainda que o que lhes parece excecional é apenas a nova normalidade. É falar sobre um tempo histórico inédito. É falar sobre as dores e as esperanças de um mundo novo que ainda ninguém compreende inteiramente. É falar sobre nós.

Ficha Artística

texto Anton Tchékhov
encenação Tiago Rodrigues
tradução André Markowicz, Françoise Morvan
tradução PT Nina Guerra e Filipe Guerra) e à edição (Relógio D'Água Editores, 2006
com Adama Diop, Alex Descas, Alison Valence, David Geselson, Grégoire Monsaingeon, Isabel Abreu, Isabelle Huppert, Marcel Bozonnet, Nadim Ahmed, Océane Caïraty, Suzanne Aubert, Tom Adjibi e Hélder Gonçalves e Manuela Azevedo (música)
música Hélder Goncalves (composição), Tiago Rodrigues (letras)
cenografia Fernando Ribeiro
figurinos José António Tenente
luz Nuno Meira
som Pedro Costa
colaboração artística Magda Bizarro
assistência de encenação Ilyas Mettioui
construção de cenário Ateliers do Festival dAvignon
confeção de figurinos Ateliers do Théâtre National Populaire
produção Festival dAvignon
coprodução Odéon-Théâtre de lEurope, Teatro Nacional D. Maria II, Théâtre National Populaire de Villeurbanne, Comédie de Genève, La Coursive, scène nationale de la Rochelle, Wiener Festwochen, Comédie de Clermont Ferrand, National Taichung Theater, Teatro di Napoli Teatro Nazionale, Fondazione Campania Dei Festival Compania Teatro Festival, Théâtre de Liège, Holland Festival
apoio Institut français à Paris, Institut français du Portugal, Embaixada de França

Transportes Públicos

Metro - Linha Azul (estação Restauradores) / Linha Verde (Rossio)
CP - Estação do Rossio
Autocarros/eléctricos Carris - Restauradores/Praça da Figueira

Estacionamento

Restauradores
Praça da Figueira

-
Partilhar
Assinatura 10 espetáculos (2021/2022)
Assinatura 5 espetáculos (2021/2022)