Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala
Detalhe Evento
MON€Y

MON€Y

Teatro & Arte | Teatro

Teatro Nacional D.MariaII

Sala Estúdio
Classificação Etária
A classificar pela CCE
Bilhete Pago
A partir dos 3 anos
2019
out
17
a
2019
nov
03
Dias
Hrs
Min
Seg

Promotor

Teatro Nacional D. Maria II E.P.E.

Sinopse

MONY é um espetáculo de teatro que resulta de uma colaboração entre a mala voadora e a artista
Deborah Pearson, no qual se assiste à gravação de dois episódios de uma sitcom. O público de teatro é
portanto colocado na situação em que habitualmente se encontra o público que, nos estúdios de sitcoms, assiste às gravações e, tal como aí acontece, ouve gargalhadas gravadas que passam por ser suas, e é entretido nas paragens das gravações por um ator.
No primeiro episódio produz-se um desencontro entre a lógica televisiva (o estúdio) e o contexto teatral (a sala onde tudo isto efetivamente acontece), mas o episódio em si é perfeitamente canónico: tem princípio, meio e fim, obedece a todas as prescrições dos manuais desse tipo de escrita e acaba, naturalmente, com uma notícia que cria suspensão em relação ao que vai acontecer a seguir, no próximo episódio. São as regras do jogo.
O segundo episódio também começa de modo canónico, repetindo o tipo de ingredientes e punch lines do primeiro episódio que faz com que o público ganhe familiaridade com a narrativa e com as personagens, mas o tema do dinheiro faz com que nem tudo corra bem. Ao mesmo que tempo que as personagens insistem em argumentar mal sobre grandes questões económicas do mundo, a tensão aumenta para lá do conveniente, os comportamentos degradam-se, o entertainer dos intervalos entre gravações torna-se violento, e a leveza televisiva é substituída por um caos decadente. Passa-se da pergunta Mas isto é uma sitcom? para a pergunta Mas o que raio se passa aqui?. Enfim, encontra-se uma saída para a situação na rutura física do cenário. No colapso material do espetáculo.

Ficha Artística

direção Jorge Andrade
texto Deborah Pearson
com Jorge Andrade, Manuel Moreira, Marco Mendonça, Maria Jorge, Tânia Alves
cenografia e figurinos José Capela
luz Rui Monteiro
assistência de encenação Maria Jorge
direção de produção Patrícia Costa
produção executiva Mariana Dixe
produção MVAC - mala voadora, associação cultural
coprodução TNDM II
apoio Camara Municipal do Porto

Preços

  • Sala Estúdio - 11€

Descontos

  • Desempregados
  • Dia do espectador
  • Jovens (até 30 anos)
  • Pessoas c/nec. especiais
  • Prof. do espetáculo
  • Seniores (+ 65 anos)

Transportes Públicos

Metro - Linha Azul (estação Restauradores) / Linha Verde (Rossio)
CP - Estação do Rossio
Autocarros/eléctricos Carris - Restauradores/Praça da Figueira

Estacionamento

Restauradores
Praça da Figueira

-
Partilhar
Assinatura 20 espetáculos (2019/2020)
Assinatura 10 espetáculos (2019/2020)
Assinatura 5 espetáculos (2019/2020)